fbpx
  • Promoção!
    img-book

    Combo A mamãe é punk + A mamãe é rock, de Ana Cardoso.

    Sinopse dos livros abaixo.


    A mamãe é punk + A mamãe é rock por: ANA CARDOSO R$69,90 R$62,90

    A mamãe é punk:

    O que acontece quando saímos da zona de conforto da maternidade, aquela fase semitranquila em que as crianças fazem o que nós orientamos e correm para os nossos braços sempre que estão com algum problema? Treta. A adolescência é para os fortes. Para mães e pais com nervos de aço. Seu filho não quer conversar. O quarto parece ter sido devastado por um tsunami. Chora na hora de fazer uma tarefa da casa? Não sabe estudar sozinho? Quer ficar mais e mais no celular? Calma. Tá todo mundo na mesma. A culpa não é sua. Pelo menos não 100%. Respira fundo e vamos tentar entender juntas este caos chamado adolescência.

     

    A mamãe é rock:

    Este é um livro sobre a maternidade e todos os sentimentos loucos que as mães têm em relação a quem de alguma forma criam, seja um filho natural, adotivo, neto ou sobrinho. É sobre família e é sobre as mães também, esses seres que falam uma língua estranha e chata que só entende quem entra para o clube e se torna uma delas. Não se preocupe, não é um livro de lamentações. É o contrário: tem histórias engraçadas, singelas e verdadeiras. Aqueles que leram O papai é pop estão convidados a conhecer o lado mais in/tenso da experiência. A mamãe é rock é um recorte sem filtro dos divertidos e comoventes malabarismos que um casal moderno faz todos os dias para criar suas filhas.

  • Promoção!
    img-book

    Pré-venda com início em 02/04 e envio dos livros a partir de 18/04.


    O exército de uma mulher só por: THAIZ LEÃO R$44,90 R$39,90

    “Virar mãe é entrar em guerra.
    Não pra conquistar, mas pra não perder quem e o que a gente ama.”

     

    Ao engravidar aos 23 anos, a designer Thaiz Leão se alistou sem querer numa luta que era dela, mas que nem de longe era só dela. Tornando-se mãe por acidente e sozinha ela entrou para o mundo das chamadas “mães guerreiras”. A expressão que vem como elogio na verdade esconde o problema que guarda lá no fundo: a afirmação de que os filhos são “naturalmente” responsabilidade só das mães, que devem ser sempre “supermães”. Nesta história, Thaiz enfrentou tudo: o “aborto” do pai, as críticas da família, da universidade, da sociedade,… e contrariando todos os “incentivos” que recebeu (“estragou sua vida!”, “você ferrou com seus estudos!”, “só gente burra engravida sem querer!”) resolveu se perguntar: qual é o problema? E contra o que a gente está lutando mesmo? Entre manual de sobrevivência e guia de combate pra resistir a essa treta chamada “gravidez indesejada”, o que este livro traz é a história de uma mãe.

  • Promoção!
    img-book

    Revolução Laura: reflexões sobre maternidade e resistência.

    OBS.: O envio dos livros do período de pré-venda iniciou no dia 13/03 por ordem de compra.


    Revolução Laura por: MANUELA D´ÁVILA R$44,90 R$39,90

    A maternidade é revolucionária.

    Este livro é o registro afetivo de uma mulher, mãe de uma criança de dois anos, que aceitou o desafio de concorrer à presidência do Brasil em novembro de 2017 e que, em agosto de 2018, tornou-se candidata a vice-presidente, chegando ao segundo turno. Uma mulher que percorreu um país continental, amamentando sua filha e construindo uma nova forma de ocupação do espaço político. Também é uma conversa, sobre uma jornada de aprendizado e acolhimento. Sobre privilégios; sobre as lutas para que privilégios não existam mais. É sobre direitos. É sobre feminismo e liberdade. É sobre afeto, carreira e amor, porque não tem sentido ser pela metade. É sobre estar e não estar; presença e ausência. Sobre ser mãe e mulher; ser madrasta e não ser bruxa. Sobre acolher, sonhar um outro mundo e ser o outro mundo sonhado. E, profundamente, é sobre uma revolução chamada Laura. Uma revolução de amor, de amor próprio, de potência. Porque depois de gerar um filho não há nada, nadica de nada que uma mulher não possa fazer.