Doces e Oscar: A receita perfeita
Em 7 de fevereiro de 2017

Em clima de Oscar, este mês o nosso livro DOCES DE CINEMA, de Isadora Becker, está estrelando em nosso site (e com promoção!). O livro traz diversas receitas que já brilharam nas telinhas do cinema mundial. Mas você sabia que alguns dos filmes mencionados no livro já concorreram ao Oscar?

Trouxemos para vocês algumas curiosidades sobre essas incríveis produções, e por que (algumas delas) não chegaram ao desejado pódio de melhor filme do ano.

 

BONEQUINHA DE LUXO

O filme sobre uma garota de programa nova-iorquina foi inspirado em (adivinha!) um livro, com o título original ‘Breakfast at Tiffany’. Escrito por um dos jornalistas mais geniais da história, Truman Capote, o filme foi estrelado pela bela Audrey Hepburn e estreou em 5 de outubro de 1961, arrancando cinco indicações ao Oscar em 1962, e levando as estatuetas de Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção, por “Moon river“, criada por Henry Mancini.

“Um dos maiores clássicos do cinema, Bonequinha de Luxo, também tem a cena de abertura mais icônica: Holly Golightly, vivida por Audrey Hepburn, comendo um folhado dinamarquês e olhando a vitrine da joalheria Tiffany’s.” (Trecho do livro Doces de Cinema).

Confira a receita desse delicioso folhado dinamarquês em “Doces de Cinema”, aqui.

 

PULP FICTION – TEMPO DE VIOLÊNCIA

John Travolta e Samuel L. Jackson estrelam o filme em 1994, no papel de dois assassinos profissionais que trabalham fazendo cobranças para um poderoso gângster. Dirigido pelo mestre Quentin Tarantino, o filme é conhecido por seus grandes diálogos e sua mistura irônica de humor e violência. Recebeu o prêmio de Palma de Ouro em Cannes, e foi um dos filmes que revolucionaram a indústria do cinema. Em 1995 teve 6 indicações ao Oscar, incluindo melhor filme e melhor direção. Não venceu nessas categorias, mas levou o Oscar de Melhor roteiro original, graças à genialidade de seus diálogos.

“Pulp Fiction é um clássico moderno do cinema. Entre tiros, palavrões e violência, algumas comidas nos chamam atenção: o hambúrguer Big Kahuna, os muffins de milho e bacon e até o café gourmet, que é servido para os personagens principais. Mas um deles nos dá uma vontade doida de experimentar: o milkshake de 5 dólares. Feito com sorvete, baunilha e um toque de banana, fica incrível e é rápido e fácil de preparar”. (Trecho do livro Doces de Cinema).

Confira a receita do Milkshake de 5 dólares, em “Doces de Cinema”, aqui.

 

O PODEROSO CHEFÃO

Nosso grande vencedor de 1973, o Poderoso Chefão conta a história de uma família mafiosa que luta para estabelecer sua supremacia na América depois da Segunda Guerra. Dono de 8 indicações ao Oscar em 1973, levou a tão esperada estatueta de Melhor Filme, além do prêmio de Melhor Ator para Marlon Brando e Melhor Roteiro Adaptado, de Mario Puzo e Francis Ford Coppola.

“A cena icônica do filme O Poderoso Chefão, de alguma forma, expressa a importância da comida na cultura italiana. Nesse caso, os cannoli que a esposa da vítima havia pedido. Essa receita de origem siciliana é, mesmo que com massa frita, bastante delicada, recheada com mascarpone ou creme de ricota.”  (Trecho do livro Doces de Cinema).

Quer saber como preparar o famoso cannoli italiano? Confira em “Doces de Cinema”, aqui.

 

 

Que o nosso livro estava cheio de filmes dignos de Oscar a gente já sabia. E se você quer descobrir quais foram as receitas que se destacaram em grande produções como O Grande Hotel Budapeste, Django Livre e até O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, pode entrar em nosso loja e adquirir o livro DOCES DE CINEMA.

E mais, se você comprá-lo no nosso site, você também leva para casa o livro “Truques de Cozinha“.

Então corre para aprender essas deliciosas receitas, o Oscar já está quase aí.

Mais notícias
mautic is open source marketing automation